Enegrecer o conhecimento pra quê? – Afroteca

Da necessidade de de ter acesso e dar visibilidade a livros e referências que discutem, sob as mais diversas perspectivas, experiências, ideais e saberes, racismo, identidade, ancestralidade e Áfricas, a Afroteca foi criada como uma prática de resistência, é também luta contra o racismo pela palavra-texto, que traz, antes do retrato de uma sociedade ainda eminentemente racista e desigual, anseios e desejos de mudança.

A iniciativa que surgiu da estudante de Letras da USP, Fernanda Silva, é um espaço que visa o fortalecimento através da leitura e o acesso ás obras, se tornando mais uma forma de luta e resistência contra o racismo, luta que depende também da produção e da difusão de conhecimentos, os quais devem balizar nossas ações e posturas de forma aliada a nossas experiências e vivências.

mais informações sobre a Afroteca, clica no link! Tem materiais para contribuir nessa iniciativa, manda para esse endereço: fernandasilva.esousa@gmail.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s