Do canudo da vassoura ao canudo do diploma de Psicologia

Por Raquel Clementino¹

E quem disse que seria fácil?…Nasci em Minas Gerais e morei lá até meus 13 anos, uma menina cheia de sonhos, desde muito cedo aprendi o valor do trabalho.

Comecei a trabalhar muito nova ainda, com meus 11 anos já era vendedora de lingeries, catálogos e tudo que me incentivava a ganhar um dinheiro, tive sempre o sonho de ser independente, ajudar minha família terminar nossa casa.

Tive uma infância não muito diferente das outras crianças pretas que conheço, sempre era alvo de chacotas, de piadas, pela cor da pele, pelo cabelo crespo, pela religião.

Fui crescendo e cada dia mais sonhos nasciam, cheguei aos 14 anos na cidade de Campinas, interior de São Paulo, continuei estudando para terminar o ensino médio com muitas dificuldades, e então me veio o sonho maior… Ser Psicóloga.

Lembro que ainda no segundo ano do Médio, comecei a prestar vestibulares, e ler muito sobre a Psicologia, e cada dia mais os sonhos cresciam, imaginava mil e uma maneiras de chegar a realização daquele grande sonho.

Comecei a busca por trabalho, pois sabia que não conseguia se fosse necessária uma faculdade particular, a família não teria condições de arcar com as despesas. E não muita novidade depois de muitos nãos e portas se fechando na minha cara, encontro um trabalho.

Neste trabalho, o primeiro com carteira assinada, o cabo de vassoura era meu companheiro, lembro que cada vez que entrava naquela casa enorme, que só tinha visto na televisão igual, meus olhos se enchiam de esperança, e meus sonhos cresciam mais. Limpava, lavava e cozinhava com todo carinho, pois tinha certeza que dali sairia uma grande mulher para vida.

E foi assim trabalhei por um bom tempo em várias casas de família, como Empregada doméstica, até que consegui um trabalho em uma empresa e para minha surpresa era conveniada com uma Faculdade onde comecei meu Curso de Psicologia. Um ano depois precisei trancar o curso por falta de condições financeiras.

Não desisti e continuei a busca por vestibulares, bolsas e no ano de 2010, consegui uma bolsa de estudo na Faculdade Anhanguera Campinas, onde realizei minha graduação em Psicologia.

Ser Psicóloga hoje, não é somente uma profissão, pra mim significa um ato político, foi dentro da Psicologia que ganhei forças e me empoderei quanto mulher negra, foi na Psicologia que descobri o porquê muitas portas se fechavam pra mim, foi na Psicologia que ganhei forças pra enfrentar o mundo e mostrar a todos que uma mulher preta, não precisa de uma canudo de vassoura, ela precisa de um canudo do diploma, e não só o diploma, ela precisa de oportunidade para mostrar ao mundo e a todos, que lugar de Preta não é nas cozinhas de novela, lugar de preta não é lavando, passando, e limpando chão, lugar de preta não é onde você pensa.

Preta seu lugar é onde você quer, não desista, corra em busca de seus sonhos, não importa como tentam escrever sua história, importa como você quer escrever, hoje deixo a minha história inspirando outras pretas pela luta, seu sonho não é utopia, seja firme, seja dura, e não abra mão de arregalias, pois no mundo abranquelado a Pretinha não precisa de alforria.

¹ É  Psicóloga Clínica na cidade de Campinas interior de São Paulo. Seu objetivo profissional sempre foi fazer com que a Psicologia, chegue ao alcance de todos. Este tem sido um dos grandes desafios do seu trabalho, porém tem proporcionado a oportunidade de levar o saber Psi  através dos atendimentos na clínica, por meio da Psicoterapia individual e Grupos terapeuticos. Desenvolve alguns projetos aplicados a grupos, que visa empoderamento, voz ao grupo, reflexão e acolhimento, utilizando de técnicas e saberes da Psicologia para estimular e orientar os participantes ao desenvolvimento de uma Psique Saudável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s